Como viver (e se tornar uma pessoa) melhor nos próximos 21 dias

over red budha

Budha

É muito simples.

Nas próximas três semanas, leia e siga todo dia o roteiro abaixo:

a. Medite todos os dias. Medite do jeito que você quiser, apenas medite. Comece devagar, com apenas 15 minutos, tentando prestar atenção somente na sua respiração. Pratique da seguinte forma: sente-se com a coluna reta, feche os olhos de forma relaxada e apenas concentre-se na sua respiração, no movimento do ar entrando e saindo do seu corpo.

b. Entenda que, se há sofrimento, é porque a vida não está fluindo. Se a vida está fora de equilíbrio, é porque você não está vivendo o momento presente e está cultivando o apego ou a aversão. Cultivar o apego é um dos venenos para a nossa vida. Não conseguimos fazer a vida fluir quando cultivamos o apego, da mesma forma que a vida não flui quando temos aversão por tudo. Procure não se apegar a nada e nem desenvolver aversão a nada. É um exercício difícil, mas não impossível de ser obtido.

c. Esteja sempre com o momento presente. O momento em que se quer ou não quer é o momento em que você deixa o agora, o momento presente, e aí, então, isso leva ao sofrimento. Estar com o momento presente significa concentrar-se apenas no que esta fazendo no momento. Significa que, se você esta lavando pratos, concentre-se em lavar os pratos, e não nos problemas que terá de resolver depois.

d. Liberte-se do apego ao ‘eu quero’ ou ‘eu não quero’. Querer ou não querer algo é cultivar o apego ou a aversão. Lembre-se do item B, não podemos cultivar o apego, pois nada nos pertence verdadeiramente. Leia o resumo do Caminho Óctuplo logo abaixo e tente seguí-lo.

e. Trilhe o Nobre Caminho Óctuplo diariamente:

i. Ação apropriada: Fazer aos outros aquilo que gostaria que fizessem a mim mesmo.

ii. Linguagem apropriada: falar apenas a verdade e em conversas que causem harmonia. Jamais reclamar.

iii. Pensamento apropriado: manter os pensamentos positivos e substituir os negativos. Nem em pensamento pode-se reclamar ou adulterar.

iv. Compreensão apropriada:

  1. Compreender as três características da existência: Tudo é impermanente. E tudo o que é impermanente é sujeito ao sofrimento e mudança. Dessa forma, não se pode dizer “isto pertence a mim”.
  2. Compreender as ações meritórias (a ação apropriada, a palavra apropriada e o pensamento apropriado) e a raiz dessas ações: renúncia, desapego, boa vontade, benevolência, generosidade, moralidade, meditação, reverência, gratidão, respeito, altruísmo, transferência de mérito, alegria pelo sucesso alheio, ter corretos ponto de vista e compreensão.
  3. Compreender as ações demeritórias (Pelo corpo: matar, roubar e explorar, adultério, ingerir tóxicos e bebidas alcoólicas. Pelo verbo: mentir e caluniar, levar e trazer conversas, palavras pesadas, duras e ofensivas, tagarelice e conversas frívolas. Pela mente: cobiça-egoísmo, vaidade, má vontade, ódio e raiva, errôneos pontos de vista) e a raiz dessas ações: cobiça, ódio, ilusão, ignorância, egoísmo.

v. Meio de Vida apropriado: profissão honesta e sem exploração

vi. Esforço apropriado: reagir apenas na medida do necessário, resolvendo o problema e voltando ao estado normal. Mente clara como a água.

vii. Vigilância apropriada: prestar atenção com o corpo, com a respiração, com as sensações, com os pensamentos e com os sentimentos.

viii. Concentração apropriada: Mente voltada para um único ponto, desapegada dos desejos e livre das aversões.


2 thoughts on “Como viver (e se tornar uma pessoa) melhor nos próximos 21 dias

Leave a Reply